Como Saber Se Perdi O Bebê Nas Primeiras Semanas

Como saber se perdi o bebê nas primeiras semanas? Perder o recém nascido nas primeiras semanas de gravidez consegue tornar-se real devido a incorreta formação do óvulo, problemas redirecionais e deformação uterina. Por vezes torna-se difícil reparar que encontra-se perante um aborto espontâneo no começo do processo da gestação. Confira como perder o recém nascido nas primeiras semanas de gravidez.

Como saber se perdi o bebê nas primeiras semanas?

Como Saber Se Perdi O Bebê Nas Primeiras Semanas causas

Normalmente, a perda do bebê ocorre durante o segundo e o terceiro mês da gestação. Quando o tal acontece, é natural aparecer um sangramento e a mãe não se aperceber que o feto foi extinto do seu corpo. Existem situações nas quais o aborto só é reconhecido no decorrer do atendimento médico. Estas informações tornam-se verídica quando o médico não consegue escutar os batimentos cardíacos do bebê. Neste caso é feito um ultrassom cuja finalidade é analisar o útero e comprovar a diagnose imposta pelo doutor.

Sintomas de aborto

Se a perda do bebê resulta nas primeiras duas semanas depois da fertilização, é muito provável que a gestante pense que é a menstruação, trocando com o sangue. Se neste momento encontra-se no período da gestação e aperceber-se de um sangramento, instantaneamente dirija-se a um hospital. Dessa forma vai preservar-se de futuros problemas, é o caso das infecções que pode obter ou mesmo uma hemorragia.

Aborto espontâneo e menstruação atrasada

Como saber se perdi o bebê nas primeiras semanas? Para descobrir se esta perante um aborto espontâneo ou menstruação atrasada, é fundamental realizar uma distinção entre os dois. No primeiro caso, o sangramento acontece em quantidade excessiva. A cor do sangramento é um vermelho vivo e o odor desagradável. Nesta face a dor começa de repente e é bastante forte. Tenha em consideração que os indícios podem diferenciar de mulher para mulher e o melhor a fazer neste caso é entrar em contacto com o obstetra ou genecologista. Ao recorrer a ajuda médica vai ser submetida a exames específicos, como o ultrassom transvaginal e o exame beta  HCG.

Aborto espontâneo

Geralmente um aborto espontâneo acontece nos primeiros 14 dias da fertilização e origina-se um sangramento que permanece por um período de dois dias. A seguir a este período o sangramento e a dor são minimizados. Se porventura o sangramento permanecer durante mais tempo ou for mais forte e originar delíquios e tonturas, é aconselhável dirigir-se ao hospital. O médico pode passar-lhe medicamentos cujo objetivo é reduzir as ocorrências, por outro lado, o especialista pode ate proceder a realização de uma micro-cirurgia. Este procedimento é feito para controlar a hemorragia, ilustre por curetagem.

O que provoca um aborto espontâneo?

Como Saber Se Perdi O Bebê Nas Primeiras Semanas - causas

No inicio na gravidez é bastante dificultoso clarificar a causa do aborto. É presumível que 50% dos casos processados nos primeiros 3 meses da gravidez ocorrem graças aos desequilíbrios dos cromossomas que contribuíram para uma incorreta formação do embrião.

Como saber se perdi o bebê nas primeiras semanas? São exemplos de aborto espontâneo:

Gravidez Anembrionada –  Ocorre no momento em que o óvulo fertilizado implanta-se no útero, mas o bebê não evolui.

Gravidez Molar – É considerado um excepcional problema na gestação, origina-se enquanto acontece alguma coisa incorreta no processo de fertilização.

Como saber se peri o bebê nas primeiras semanas – abortos espontâneos a seguir a 5 meses tornam-se resultado de mudanças na placenta ou mesmo no útero, devido a uma infeção ou mesmo por causa de insuficiência cervical. Ou seja, o colo do útero não é suficientemente potente para permanecer trancado até ao minuto no qual o bebê irá se dar a luz. Também existem dois exames que podem levar a aborto espontâneo, é o caso da biópsia do vilo corial e a amniocentese.

  • Biópsia do vilo corial –  Este tipo de procedimento também é conhecido como exame invasivo realizado no período da gestação cujo objetivo é identificar desiquilíbrios cromossômicas, é o caso do síndrome de Down.
  • Amniocentese – É um exame invasivo no qual é removida uma amostra do líquido amniótico, é removida de dentro do útero e analisada em laboratório.

A biópsia do vilo corial acontece em dois porcento das mulheres e a amniocentese apenas em um porcento dos casos.

Como saber se tenho aborto espontâneo ou aborto retido?

Os sinais mais evidentes nesta etapa são:

  • Sangramento intenso
  • Cólicas

Nesta face o aborto pode acontecer sem que você se aperceba. O sangramento aparece, e nesta altura você pensa que pode ser o período que estava com o atraso. No momento em que o tal aparece, é crucial o exame de urina ou sangue com objetivo de descobrir a gravidez.  Tenha em consideração que ao realizar o exame de ultrassom antes dos dois meses, é possível com que não seja capaz observar o embrião. Assim sendo, o doutor irá requerer novamente  o exame, duas semanas após a realização do primeiro.

Perder o bebê quer dizer que há riscos de perder novamente?

Como saber se perdi o bebê nas primeiras semanas da gestação? Normalmente este processo apenas surge uma vez, e a seguir a isto, a mulher pode voltar a engravidar. Raramente são ficados casos nos quais se verificam mais que um aborto espontâneo sucessivo. Se estiver perante esse problema, é necessário proceder a realização de um tratamento para gravidez. Os médicos aconselham realizar um intervalo por um período de 90 dias, e só depois voltar a tentar engravidar.

Veja também:

Veja o vídeo de como saber se perdi o bebê nas primeiras semanas – gravidez após aborto:

O que devo fazer se souber que perdi o bebê mas ainda não houve um aborto espontâneo?

O ideal é dirigir-se ao médico, e veja a melhor maneira de resolver o problema. O que esperar da consulta? Se no momento não tiver riscos de saúde o médico vai dizer-lhe para aguardar que o aborto espontâneo venha, e vai ter que esperar ate duas semanas para ver se aparece. Em tal caso, o doutor vai indicar analgésicos que irão servir para diminuir as eventuais cólicas. Se estiver com um sangramento bastante intenso ou mostrar sintomas de uma ingeção o médico sugerir que realize uma cirurgia, mais conhecida como curetagem, esse meio tem como finalidade a remoção dos restos da gravidez.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Leave A Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *