Diarreia na Gravidez – É normal? Prejudica o Bebê? Sintoma de Gravidez?

A diarreia na gravidez pode ser um indicio de algo grave, como uma provável infeção originada através dum vírus, alterações progressivas no sistema nervoso ou até por causa do descômodo intestinal conseguinte de produtos alimentares.

No decorrer da gravidez, a diarreia é definida no momento em que a mulher esvazia mais que três vezes durante o dia. Se por ventura as necessidades ocorrerem mais vezes do que o habitual em estado liquido, é fundamental tomar as devidas precauções. Recomendamos que recorra a ajuda médica com finalidade de proteger o bem estar do feto.

diarreia na gravidez entre 6 a 9 meses

Diarreia na gravidez prejudica o bebê?

Este desiquilíbrio intestinal não afeta de modo direto o bebê. A mãe ao estar com diarreia, pode levar a que o bebê sofra de desnutrição que neste caso é fome ou desidratação da estrutura.

Verifica-se que, com a excreção em estado líquido, a mãe extermina uma grande quantidade de líquidos e nutrientes necessário para um saudável desenvolvimento do feto. Se a diarreia na gravidez acontecer raramente, isso não afeta quase nada o organismo, se por ventura acontecer o contrario, é considerável o auxilio médico de modo a não permitir que se realizem mudanças nos exames sanguíneos.

Diarreia na gravidez entre 5 a 6 meses

Esta insatisfação origina-se com maior regularidade no inicio da gravidez. Este desagrado deve-se as mudanças hormonais no organismo da mãe ou por causa da alimentação consumida. Se por acaso a diarreia na gravidez permaneça por um período superior a três dias uteis, é muito provável que a diarreia deve-se a uma infeção que encontra-se no seu corpo. No período entre os 5 e 6 meses é muito importante prestar uma atenção especial aos sinais que o corpo apresenta e permanecer a todo o momento preparada para contactar o seu médico.

Diarreia na gestação entre os 7 e os 8 meses

tenho diarreia na gravidez o que fazer

A diarreia nos últimos meses da gravidez deve-se aos aspetos em emotivos da mãe. Do 8 mês em diante, é muito frequente que certas mães passem por um estado pouco calmo, a vista disso, o mais satisfatório é relaxar. Para o tal recomendamos que esclareça todas as suas duvidas com o seu médico.

No momento próximo do parto, a diarreia pode ser um indicio de infeção intestinal, assim sendo, este desequilíbrio será capaz de vir auxiliado com febre e dores intensas de cabeça. Em pouquíssimos casos, a diarreia na gravidez pode ser uma indicação de parto.

Que medicamentos tomar para diarreia na gravidez?

Os remédios mais populares para este tipo de desconforto são:

  • Diarresec
  • Diasec
  • Imosec

Para a ingestão segura destes medicamentos deve consultar o seu médico. Não faça a ingestão de remédios antes de informar-se no seu médico, saco contrario poderá causar danos irrecuperáveis a si e ao feto.

O que tomar para diarreia na gravidez?

que alimentos consumir durante a diarreia na gravidez

Na generalidade, a mulher que encontra-se gravida e esta com diarreia, necessita de uma constante hidratação do seu corpo e de uma alimentação saudável e rica em vitaminas. Ao manter o seu organismo hidratado e saudável, vai salvaguardar o seu corpo da fraqueza que a diarreia origina.

O tratamento do organismo durante a diarreia deve possuir uma variedade de delicadezas, em ocorrências mais relevantes o doutor irá sugerir a utilização de fármacos. Veja o que fazer para acabar com a diarreia na gravidez:

  • Possuir uma alimentação saudável rica em vitaminas;
  • Faça purê de frutas e legumes;
  • Consumir fruta e legumes cozidos;
  • Usufrua de produtos ricos em sódio e potássio;
  • Ingerir pelo menos dois litros de água por dia;
  • Beba sucos detox.
  • Prepare sopas de vegetais frescos;
  • De preferencia a carnes com pouca gordura.

O que não comer?

Tenha especial cuidado ao consumir determinados alimentos, certos produtos pode agravar a diarreia na gravidez, como:

  • Consumo de água não filtrada;
  • Gaseificados;
  • Produtos com nível de gordura elevado;
  • Fritos;
  • Esforço físico.

Ao realizar este tipo de cuidados, vai contribuir para o seu bem estar e para o bem estar do bebê. Se por acaso, a diarreia continuar, é fundamental entrar em contacto com o médico, pode estar perante uma bactéria intestinal.

Causas da diarreia na gravidez

A principal causa responsável pela diarreia na gravidez, é o caso da gonadotrofina coriônica também designada por alteração no sistema hormonal. Frequentemente, os indícios de problemas gastrointestinais têm impactos dobrados, gerando não apenas vômitos e dores mas também a diarreia.

O remédio ideal para acabar com estes pontos é nada mais que a hidratação do organismo e o relaxamento. Também tenha em consideração que durante o período da gravidez o organismo da mulher sofre alterações em todos os níveis, a mulher passa a ser mais sensível a tudo e a alimentação é um dos fatores que podem contribuir negativamente para o complexo digestivo.

A diarreia na gravidez cuja origem é a alimentação, normalmente acaba por não permanecer durante muitos dias. Contudo, em certos situações mais demoradas, a diarreia pode ser um sinal de que o organismo da gravida não aceita determinados ingredientes.

Com base em estudos realizados, a gravida aumenta a piedade a fundamentos antes admitidos, logo os alimentos antes consumidos não podem dar origem a diarreia, isto é,  como a gravida tem o feto, o organismo sofre mutações em níveis hormonais levando a alterações de gostos alimentares.

Veja o vídeo acerca dos problemas na gravidez:

Veja também:

Diarreia é sintoma de gravidez?

A diarreia na gravidez ou intestino bloqueado são considerados os sintomas da gravidez. Originam-se através da demora do complexo digestivo, este processo designa-se por modificação hormonal. Contudo, este indícios não costumam permanecer por mais que três dias. Se esta com diarreia a mais de três dias então é motivo para marcar uma consulta no médico.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Leave A Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *